Orientação Vocacional

O que é?

A adolescência (palavra derivada do latim adolescere que significa crescer) é a etapa da vida por excelência da transformação. Nesta fase de mudanças (físicas, cognitivas, emocionais e sociais) o adolescente depara-se com uma série de escolhas que definirão o seu futuro, dentro delas, a profissional.

Nesta escolha, o adolescente não opta só pelo percurso académico/formativo ou por uma actividade de trabalho, mas também por um estilo de vida, rotina e ambiente, ou seja, decide não só o que quer fazer, mas o que quer ser. Assim, é natural que nesta fase surjam dúvidas, conflitos e ansiedade, que caso se deixem arrastar muito tempo poderão traduzir-se na necessidade de consulta psicológica.

Os momentos de decisão académica mais importantes surgem no final do 9º ano de escolaridade – quando o jovem tem de escolher a sua via de continuação de estudos (Ciências e Tecnologias, Ciências Sócioeconómicas, Línguas e Humanidade ou Artes Visuais) ou via profissionalizante de dupla certificação – e após a conclusão do 12º ano – ao escolher o seu percurso académico e/ou profissional.

Sabe-se hoje que existem várias determinantes psicológicas que, de uma forma dinâmica, influenciam a escolha vocacional: maturidade vocacional, inteligência (cognitiva e emocional), interesse, valores, necessidades, traços de personalidade e auto-conceito. Torna-se crucial que este processo de tomada de decisão seja consolidado com informações sobre as aptidões e interesses pessoais, as opções disponibilizadas pelas instituições de ensino e formação e as vantagens e desvantagens que cada percurso acarreta.

Importa referir que este processo não é estanque, ou seja, ao escolher determinada área de estudos/formação no 9º ano, todo o percurso que o jovem fizer até à entrada no mundo profissional irá consolidar essa primeira escolha ou mudá-la. Não há um caminho certo e único e é sempre possível reformulá-lo.

 

Mas, como tomar esta decisão vocacional?

  • Pensa no que gostas de fazer, no que sabes fazer, no que aprendes com mais facilidade, nas tuas experiências e como visualizas o teu futuro;
  • Conversa com conhecidos que tenham as profissões que tenhas identificado. Pergunta-lhes pelo percurso que fizeram até terem essa profissão, pelo seu dia-a-dia, condições de trabalho, actividades e instrumentos da profissão.
  • Faz pesquisas na internet sobre essas profissões e sobre os percursos universitários ou formativos necessários para as desempenhar. Imagina-te daqui a dez anos em cada uma dessas profissões e analisa as suas vantagens e desvantagens.
  • Se precisares de ajuda neste processo, faz a tua orientação vocacional.

 

O que é orientação vocacional? Onde poderei realizá-la?

A Orientação vocacional é um processo, conduzido por profissionais de psicologia, que através da pesquisa e análise de provas de interesses, aptidões e personalidade, dá algumas orientações sobre o percurso académico e profissional indicado, bem como estratégias de autoconhecimento e pesquisa. Não toma a decisão, mas apoia no processo.

O programa  Orienta-te da Psinove realiza Orientação Vocacional, a partir dos 13 anos de idade, em Lisboa e Oeiras:

  • Entrevista (sessão individual de 60 minutos com o jovem para diagnóstico de necessidades de orientação vocacional e identificação das expectativas do jovem e dos seus encarregados de educação);
  • Avaliação (2 sessões individuais ou em pequeno grupo de 60 minutos cada para aplicação de baterias de testes: provas de raciocínio diferencial, prova de interesses e aptidões profissionais e teste de personalidade);
  • Sessão individual de entrega do relatório com informação e discussão dos resultados.

Este programa tem como objetivos: fornecer informação, contribuir para o amadurecimento de ideias e desenvolver competências com vista a uma tomada de decisão informada e consciente. Permitirá que o jovem aumente o seu autoconhecimento, pesquise o sistema educativo e formativo, explorar as profissões, decidir-se, ou seja, preparar-se para o mercado de trabalho cada vez mais complexo e diversificado.

 

Referências Bibliográficas

AZEVEDO, J. M. (1999). Vôos de borboleta: escola, trabalho e profissão. Porto: Edições Asa.

TAVEIRA, M. C. (Org.) (2004). Desenvolvimento vocacional ao longo da vida: fundamentos, princípios e orientações. Coimbra: Almedina.

 

Protocolos Académicos Psinove

Faculdade de Psicologia Universidade de Lisboa
Universidade Europeia
Associação Nacional de Estudantes de Psicologia